BSBIOS realiza Dia D de combate ao Câncer de Mama

Compartilhar:

Falar em Outubro Rosa já é quase um clichê. Mas nesse caso, bater na mesma tecla é o que possibilita que milhares de mulheres sejam diagnosticadas precocemente, o que aumenta em até 95% as chances de cura. O Câncer de Mama é a doença que mais mata mulheres no mundo todo. Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), em 2020, houveram 66.280 novos casos de câncer, ou seja, de todas as neoplasias diagnosticadas, 29,7% eram de câncer de mama.

Na quinta-feira, 28 de outubro, a BSBIOS realizou o dia D de combate ao Câncer de Mama. A ação reuniu as colaboradoras da Companhia, das unidades de Passo Fundo e Marialva, que participaram através de vídeo conferência.

A ação contou com uma palestra do médico oncologista, Dr. Alex Seidel, que apresentou dados sobre o câncer de mama, fatores de risco, importância de realizar a mamografia e o auto exame. Na ocasião o médico destacou que sempre que falamos em câncer, seja qual for o tipo, a cura está ligada ao diagnóstico precoce. “O câncer de mama é a principal causa de morte, hoje é os cânceres são muito comuns e ao longo dos anos serão ainda mais comuns, por isso, se cuidar, fazer os exames anualmente é muito importante. Quanto mais cedo descobrir o câncer, maior é a chance de cura”, pontuou.

Em um segundo momento, as colaboradoras receberam a consultora de moda Ariele Marcon, que falou sobre moda, como se vestir, a psicologia das cores, como compor as cores através das roupas, sapatos e acessórios e a influência que as cores exercem no nosso dia a dia. “É muito fácil apontar os nossos defeitos e elogiar a colega do lado, ser gentil com as outras pessoas. Espero que esse momento sirva para fazermos uma reflexão de que somos bonitas como somos e que devemos nos tratar bem também e que entender um pouco sobre o funcionamento das cores possa ajudar na autoestima de vocês. Lembrem-se se trate como você trataria a sua melhor amiga”, destacou Ariele.

A enfermeira do trabalho da BSBIOS, Francieli Trindade Webber, relata que a realização do Dia D de Combate ao Câncer de Mama é muito importante, pois possibilita que as colaboradoras possam aprender mais sobre o tema. “A ideia era promover justamente um momento onde as mulheres pudessem ter um aparato de informações técnicas, tirando dúvidas e compreendendo a importância de fazer os exames regularmente, já que as chances de cura são muito maiores quando descoberto precocemente. A gente precisa se cuidar, precisa fazer os exames de rotina, isso é um ato de amor”, frisou Francieli.