BSBIOS define base na Suíça como plataforma para desenvolver negócios na Europa

Compartilhar:

A partir da expertise adquirida com o desenvolvimento de projeto de biocombustíveis avançados na América do Sul, o foco da empresa é conquistar oportunidades nas cadeias de biocombustíveis e agronegócio.

 

Como parte dos desafios estabelecidos em seu mapa estratégico para os próximos 10 anos, o ECB Group acaba de    anunciar sua base na Europa em Genebra. A BSBIOS Suíça passa a ser uma plataforma da holding, líder brasileira de biodiesel, para apresentar diretamente na Europa os investimentos em biocombustíveis avançados como solução para as ambiciosas metas de redução de emissão de Gases de Efeito Estufa (GEE).

 

“Nosso objetivo é estar próximos aos clientes nos mercados mais sofisticados e exigentes no que diz respeito a combustíveis modernos, além de outros produtos que o grupo opera nas cadeias de biocombustíveis e agronegócios”, explica Domenico Barone, Diretor de Negócios Internacionais da BSBIOS. A Suíça tem uma posição estratégica muito clara em relação aos compromissos ambientais, além de estar no centro da Europa e de ser base para investimentos mundiais.

 

Levando-se em consideração as metas e regulamentações vigentes na Europa, um desafio para os países será também adquirir matéria-prima para produção de biocombustíveis avançados. “Neste caso, não só temos a tecnologia e a experiência acumulada em vários anos neste segmento, mas graças a nossa atuação forte no mercado da América do Sul, temos uma melhor condição de acesso e alternativas com relação a oferta de insumos”, completa Barone.

 

A empresa responderá por todas as atividades de comércio, importação e exportação de biocombustíveis, glicerina, óleo vegetal, farelo de soja, produtos agrícolas, além de implementação de projetos de produção de energia. “A mudança faz parte da nossa ambição de colocar a BSBIOS entre os três maiores fabricantes de biocombustíveis do mundo até 2030”, explica Erasmo Carlos Battistella, CEO do ECB Group.

 

Com foco de atuação nas áreas do Agronegócio e de Energia Renovável, o planejamento estratégico estabelece que o grupo vai investir e gerar valor em negócios sustentáveis, com destaque para investimentos em biocombustíveis avançados, com o objetivo de ser o maior produtor de biocombustíveis avançados da América Latina até 2025.

 

O ECB Group está avançando com o investimento de US$ 800 milhões no projeto Omega Green da BSBIOS Paraguai para produção de HVO (Óleo Vegetal Hidratratado, também conhecido como Diesel Renovável), SPK (Querosene Parafínico Sintético, também conhecido como Sustainable Aviation Fuel ou Biojet), e Green Naphtha (usado na indústria química para fazer plástico verde, entre outros produtos), com previsão para operar no segundo semestre de 2024. “Com estas ações, vamos ajudar o mundo na transição energética para fontes de energia mais limpas e ser uma referência global em sustentabilidade para influenciar e desenvolver políticas para combater as mudanças climáticas”, disse Battistella.