BSBIOS assina Protocolo de Intenções com a Prefeitura de Passo Fundo

Compartilhar:

 A BSBIOS, representada pelo seu Presidente Erasmo Carlos Battistella, e a Prefeitura de Passo Fundo (RS) assinaram nesta quinta-feira, 23 de julho de 2022, Protocolo de Intenções para viabilizar o investimento de R$ 316 milhões na primeira fase de implantação de unidade de usina produtora de etanol e farelos a partir do processamento de cereais (milho, trigo, triticale, arroz, sorgo, dentre outros).

Pela Prefeitura, assinaram o Protocolo o Prefeito Municipal de Passo Fundo, Pedro Almeida, e o Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Diorges de Oliveira. O documento estabelece que o Executivo Municipal vai encaminhar ao Poder Legislativo um Projeto de Lei Autorizativo para concessão de incentivos fiscais e de implantação da unidade, além de prover serviços que sejam da alçada da Prefeitura para a completa instalação e operação do Parque Fabril, considerando ações de pavimentação e de serviços de aterro ou de terraplanagem.

“A parceria da BSBIOS com Passo Fundo é completa. Nascemos aqui e agora estamos celebrando a ampliação para ter mais uma unidade produtiva na cidade. Cresce a empresa e se beneficiam todos os cidadãos com mais emprego, mais tributos e mais investimento em tecnologia e na longa cadeia de produção de biocombustíveis”, destaca Erasmo Carlos Battistella, presidente da BSBIOS.

O presidente da Câmara de Vereadores de Passo Fundo, Evandro Meireles, destacou a relevância que o empreendimento terá para a cidade. “Ficamos muito felizes com esse investimento em Passo Fundo que também é um investimento na nossa região, temos certeza que colheremos bons frutos. Coloco a Câmara de vereadores à disposição para o que precisarem e desejo sucesso na empreitada”, pontuou.

Já o prefeito de Passo Fundo, Pedro Almeida, salientou que a assinatura do documento é um momento muito feliz para a cidade. “Parabenizo a BSBIOS, que tem feito nos últimos 17 anos uma demonstração de tudo o que queremos para o desenvolvimento econômico de Passo Fundo, da região, do estado e de toda nação que pensa no desenvolvimento econômico como a locomotiva capaz de puxar todos os outros investimentos necessários em uma cidade, um estado, um país. Tenho certeza que esse empreendimento será de muito sucesso e trará ainda mais benefícios para Passo Fundo”, afirmou na ocasião.

A empresa compromete-se em gerar 143 empregos diretos e 1.000 indiretos, dando preferência a contratação de mão de obra local. A BSBIOS também vai promover o treinamento e a capacitação de mão de obra especializada para novos investimentos, manutenção e operação da unidade, além de priorizar a contratação direta e indireta de empresas estabelecidas no município para realização de investimentos e outros serviços em condição de preço, qualidade e capacidade de fornecimento compatível com os de mercado.

Prevista para operar em duas fases, com processamento de 750 toneladas/dia de cereais em 2024 e de 1.500 toneladas/dia, em 2027, o projeto totaliza um investimento de R$ 556 milhões no período. O empreendimento deve representar um incremento de R$ 1,3 bilhão em faturamento anual para o ECB Group.

A usina será flexível para a produção de etanol anidro (que pode ser adicionado na gasolina) ou hidratado (consumo direto) terá capacidade de 111 milhões de litros em sua primeira fase e, atingirá 220 milhões de litros, dobrando sua capacidade, quando totalmente instalada. Ela estará localizada na cidade de Passo Fundo, na BR 285, Km 316.

“A iniciativa vai representar um incremento na oferta de farelo para as cadeias produtivas de proteínas animais, além de promover investimento em desenvolvimento de tecnologia genética para produção de trigo específico para produção de etanol e de ser uma oportunidade viável de renda para o agricultor com a cultura de cereais de inverno”, disse Battistella.

A unidade contará com autoprodução de energia elétrica com cogeração à biomassa e a oferta de energia excedente será disponibilizada na rede de distribuição do município. Não haverá lançamento de efluentes líquidos, que serão utilizados para produção de vapor no processo de produção.